sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Dica - The Chef, Como Fazer Estágio nas Melhores Cozinhas.

Repare quantos chefes de cozinhas apresentam programas na televisão e quantos são chamados para dar entrevistas e para estrelar comerciais. Parece tudo informal e divertido, mas muitos desses cozinheiros estão na linha de frente de empresas muito organizadas. Faculdades de gastronomia atraem seu público informando que o setor é responsável por 2,4% do PIB (Produto Interno Bruto) e também por 8% dos empregos diretos no país, ou seja, 6 milhões de pessoas. É também uma indústria reconhecida por forte competição. Uma das portas para ingressar nesse mundo são os programas de estágio, que são oferecidos por várias cozinhas famosas de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Foto: Getty Images
Trainee de gastronomia é orientado por chefe
O restaurante D.O.M, classificado como o 18º melhor do mundo, no ranking da revista britânica Restaurant Magazine, oferece um estágio de cinco semanas para estudantes de gastronomia. O estagiário atua na cozinha de pré-preparo. Além do contato com uma cozinha de vanguarda, que conta com equipamentos de última geração e oferece desde a cozinha clássica francesa a opções contemporâneas. No último dia, o aluno trabalha ao lado do chefe Geovane Carneiro, o segundo nome na hierarquia do D.O.M., atrás do chefe Alex Atala. O aproveitamento é alto. Cerca de 80% dos atuais funcionários são ex-estagiários. 
O Grupo Leopolldo, que reúne os restaurantes Bar des Arts, Leopoldina e Leopolldo também aposta nos estagiários. “O estagiário aprende coisas que não tem como ver na faculdade, como o time de uma cozinha, a linguagem e as técnicas de otimização, ou seja, tem uma visão prática do que é o dia a dia do restaurante, além de aprender a trabalhar em equipe, já que toda cozinha trabalha em conjunto”, afirma Mariana Seabra, chefe de gastronomia do grupo. O contrato no Leopolldo é de três semanas, podendo ser renovado e o salário é de meio salário mínimo mais despesas de transporte. 
Outro endereço disputado pelos estudantes é o Grupo Fasano, que compreende os restaurantes Fasano, Gero, Parigi, Nonno Ruggero, Armani, Baretto, Lobby Bar. Os estagiários chegam por indicação de funcionários e passam por uma avaliação comportamental. Na visão do Fasano, o candidato está no processo para aprender e por isso não existe nenhum tipo de teste prático.
No Grupo Ráscal, que possui nove restaurantes com endereços em São Paulo e Rio de Janeiro, a oferta é para trainees, recém-formados em gastronomia. Trata-se de um programa de três meses com salário de 2 mil reais e, se houver contratação, o profissional se torna um gerente de área, conforme seu desempenho. 
Marie-France Henry, restauratrice do La Casserole, um dos restaurantes franceses mais tradicionais de São Paulo, diz que quem fez o programa de estágio da casa acaba tendo preferência na contratação quando surge alguma vaga. Por isso ela diz que faz questão que o treinamento seja feito em todas as praças da cozinha, “além daquela mais preferida pelo estagiário”.
Saiba mais sobre programas de estágio em cinco dessas empresas de alta gastronomia:
Sobre o restaurante: Premiado internacionalmente é especializado em gastronomia contemporânea.
Sobre o programa: O estagiário vai atuar na cozinha de pré-preparo e, ao final, trabalha durante um dia ao lado de um chefe. Cerca de 80% dos funcionários já foram estagiários.
Seleção: Análise de currículo e entrevista pessoal.
Inscrições: Envio de currículos para dom@domrestaurante.com.br
Sobre o restaurante: Um dos pontos mais tradicionais da gastronomia de São Paulo serve clássicos da cozinha francesa. 
Sobre o programa: Não possui um programa específico, mas mantém dados dos estagiários como base de futuras contratações. Treinamento é feito em todas as praças da cozinha.
Seleção: Testes práticos sobre técnicas de culinária.
Inscrições: No próprio restaurante ou por email lacasserole@lacasserole.com.br
Sobre o restaurante: Tradicional rede de alta gastronomia de São Paulo com os restaurantes Leopolldo, Leopoldina e Bar des Arts.
Sobre o programa: O estagiário é treinado por três semanas, podendo ser contratado ao final, e o salário é de meio salário mínimo mais despesas de condução.
Seleção: Testes teóricos que envolvem conhecimento de manuseio, qualidade e armazenamento de alimentos.
Inscrições: Envio de currículos para rh@leopolldo.com.br
Sobre o restaurante: Fasano, Gero, Parigi, Nonno Ruggero, Armani, Baretto, Lobby Bar.
Sobre o programa: Treinamento em todas as áreas da cozinha.
Seleção: Candidatos chegam por indicação de funcionários e passam por uma entrevista, sem testes práticos.
Sobre a empresa: Nove restaurantes, sendo seis em São Paulo e três no Rio de Janeiro.
Sobre o programa: Exclusivo para trainees, é realizado em três meses de treinamento, podendo o recém-formado ser efetivado e até se tornar gerente e crescer até gerente geral da loja conforme seu desempenho. Salário inicial de 2 mil reais.
Seleção: O processo seletivo é feito por uma empresa terceirizada.
Inscrições: No site http://www.retah.com.br/.
Fonte: Estágio IG

6 comentários:

Anônimo disse...

Oi Wender, pesquisando na internet, encontrei seu blog e na hora fiquei empolgadíssima com "Como fazer Estágio nas melhores cozinhas e etc e tal, mas sou uma simples apaixonada
por tudo que relaciona a cozinha. Sei cozinhar e segundo minha família "bem", mas sei também que há uma grande diferença entre o fazer comida doméstico e o fazer profissionalmente. Bem, deixa eu te explicar todo este blá bla bla: meu sonho sempre foi ter um restaurante, mas nunca pude. Tenho 4 filhos e sempre batalhamos o melhor prá eles, eu e meu marido, estudos, saúde. Agora meu filho, mais velho tá me ajudando a realizar este sonho antigo. Só que estou preocupada e sei que preciso de uma orientação profissional. tenho o 2º grau com pleto e moro em Várzea da Palma, norte de Minas, bem perto de Pirapora. Estou precisando de sua orientação. Aguardo uma resposta de voce. Meu e-mail é; marlene_costa@ig.com.br. Abraços, Marlene

Anônimo disse...

olá Chef Wender, tive o prazer de ser ums de seus alunos no Senac-BH, na turma de junho de 2009...Bom atualmente moro e trabalho em Frorianópolis, sou cozinheiro do Delicias Portuguesas, um bistrô português, muito bem conceituado aqui. Achei muito interessante a materia sobre estágios, é realmente o que estou procurando, e gostaria de um conselho seu quanto a restaurantes em São Paulo.
Grande Abraço...
Fellipe Coelho
fellipeturismo@gmail.com

Anônimo disse...

adorei o blog...começo o curso de gastronomia agora em agosto no senac...parabens mesmo pelo blog,adorei!

Anônimo disse...

Tenho uma pergunta.
Faço 18 anos em setembro desse ano, e ano que vem quero me graduar em gastronomia, mas como ainda tenho esse ano no ensino médio, estou fazendo um curso no senac de "técnicas para cozinheiro".
Ao término do meu curso posso tentar um estagio em um dos restaurantes citados acima? Ou é apenas para os graduados em gastronomia?

Obrigada. Meu e-mail é: lillikafreitas@hotmail.com

jorge magalhaes almeida disse...

Gostaria de saber como minha filha poderá estagiar num restaurante famoso desse, ela faz curso superior em gastronomia.

Jujuliana21 disse...

Oi, boa noite!!! gostaria de uma informação sua, to querendo começar a fazer o curso no senac, adoro cozinhar e quero aprender mais. bem é possível fazer estagio nesse tipo de restaurante tendo só o curso do senac ou necessário faculdade na área??? Obrigada!! e-mail: jujulianamiranda@hotmail.com

Postar um comentário